Apresentação Clínica/   Identificação
Sintomas   Sintomas Associados

____________________________________________

Identificação

Crianças com lesão do plexo braquial são, geralmente, identificadas na neonatologia, ou berçário de recém-nascidos, durante a primeira semana de vida. A característica mais evidente da enfermidade é a falta de mobilidade no braço.

Criança com paralisia de Erb

Esta criança sofreu danos do plexo braquial superior (nervos C5 e C6) do braço direito. O braço fica na posição típica de waiter’s tip hand ,ou seja, “a mão de pega-gorgeta do garçom”. A criança não consegue elevar o ombro, flexionar o cotovelo, ou girar o braço para fora.

Criança com paralisia total do plexo braquial

 

Esta criança apresenta paralisia total do plexo braquial do braço direito. O ombro, o braço, o pulso e os dedos não se movem. O braço se apresenta flácido e vai ficar na posição que for deixado.

____________________________________
Sintomas Associados

Os seguintes sintomas são comumente associados à lesão do plexo braquial.

Síndrome de Horner

A síndrome de Horner consiste de ptose palpebral, ou pálpebras caídas, e constrição da pupila no lado da lesão do plexo braquial. Ela reflete a lesão do nervo simpático na altura do C8-T1 (veja a seção Anatomia). As chances de recuperação espontânea são pequenas.

Lesão do Nervo Frênico

O nervo frênico controla o diafragma que se move com a respiração. O diafragma paralisado causa dificuldade respiratória, movimentos assimétricos do tórax durante a respiração, além de frequentes infecções pulmonares.

 


Raios X de tórax mostram o 
deslocamento do diafragma, 
como resultado da lesão 
do nervo frênico.

 

Esta radiografia de tórax mostra um deslocamento importante, para cima, do diafragma, distante do nível normal; vêem-se os intestinos na cavidade torácica. A paralisia do diafragma pode se resolver espontaneamente, exigindo, porém, atenção especial porque pode causar a morte. Como alternativas terapêuticas da lesão do nervo frênico temos a plication, na qual o cirurgião torácico faz o pregueamento do diafragma e o enxerto nervoso no nervo frênico.

Paralisia Facial e Lesão do Cordão Espinhal

A paralisia facial e a lesão do cordão espinhal são raras. Quando a lesão do cordão espinhal ocorre junto com a do plexo braquial, o nervo frênico pode ser lesado também, causando paralisia do diafragma e consequentemente, dificuldade respiratória.

Fratura da Clavícula e Deslocamento do Ombro

A fratura da clavícula é relativamente comum ocorrer em associação com a lesão do plexo braquial. É importante ter certeza de que não há nenhuma outra lesão da clavícula, ombro ou braço. Isto é facilmente verificado com um simples raios X. O deslocamento do ombro pode ocorrer a qualquer hora, mesmo depois do parto, devido à falta de proteção dos músculos do ombro.